Google+

Supervisão remota do Banco Central através do Siscom

O Siscom aumentará a capacidade de monitoramento do Banco Central sobre as entidades sob sua tutela.

O Banco Central anunciou recentemente a implantação de um sistema, que aumentará sua capacidade de monitoramento sobre as entidades sob sua tutela.  Com o nome de Siscom (Sistema Integrado de Suporte e Comunicação da Supervisão), ele foi desenvolvido em parceria entre o BCB - Deinf (Departamento de Tecnologia da Informação) e o Decon (Departamento de Supervisão de Conduta).

Esse sistema permite a supervisão remota através da coleta de informações e documentos, tendo seu início com a criação de perfis específicos (Área responsável, Consulta, Diretor Estatutário e Auditoria Interna).  O Bacen disponibilizará um FRID (Formulário de Requisição de Informações e Documentos) que deve ser preenchido pelas Entidades Supervisionadas dentro de um prazo estabelecido no próprio Siscom, inclusive anexando documentos comprobatórios, se assim for requisitado.

Após o envio dos documentos tem início o estágio de Inspeção Remota, onde a entidade (ES) tomará conhecimento através de um ofício de que está passando pelo processo de inspeção. Com o término da inspeção, a ES receberá um Sumário de Apontamentos devendo acessar o Siscom novamente e apresentar as ações corretivas a serem adotadas, assim como o prazo para sua implementação.  

Através dessas informações, potencializando sua capacidade fiscalizadora, o Banco Central supervisionará e monitorará a implementação e conclusão das ações corretivas, por meio de documentos comprobatórios enviados pelas ES´s e de alertas emitidos pelo Siscom.

Inicialmente o Siscom foi implementado para as Corretoras de Câmbio. Agora para 2015 a intenção do Bacen é ampliar sua utilização para DTVM e Bancos.


Entre em contato para mais informações. Estamos à disposição para assessorá-lo neste assunto.